31.10.07

FILOSOFIA DO SÉCULO XIX / ROMANTISMO

No século XVIII as filosofias do Iluminismo começaram a ter um efeito dramático, os trabalhos significativos de filósofos como Immanuel Kant e Jean-Jacques Rousseau influenciaram a nova geração de pensadores. Até o final do século XVIII o movimento conhecido como o Romantismo procurou combinar a racionalidade formal do passado, com um maior e mais imediato sentido emocional e orgânico do mundo. As idéias-chave que estimularam esta modificação foram a evolução, então proposta por Erasmus, Darwin e Johann Wolfgang von Goethe, e o que poderia ser chamado agora a ordem emergente, o livre mercado de Adam Smith.

As pressões por igualitarismo, e transformações mais rápidas culminaram em um período de revolução e turbulência que seriam vistas como mudanças na filosofia.

Com os anos tumultuosos de 1789-1815, a cultura européia foi transformada por revolução, guerra e ruptura. Destruindo muitos dos sustentáculos sociais e culturais do século anterior, essa etapa assumiu dramáticas mudanças na economia e na política. A filosofia européia participou, e dirigiu muitas dessas modificações.

O último terço do século XVIII produziu numerosas idéias e trabalhos que sistematizariam a filosofia precedente, e contribuiriam para uma profunda reflexão sobre os fundamentos da própria filosofia. Immanuel Kant é o nome mais mencionado entre as mais importantes influências, assim como, Jean-Jacques Rousseau. Embora sejam produtos do século XVIII, suas concepções ultrapassaram as fronteiras da sua época. Na tentativa de explicar a natureza do estado e do governo, Rousseau abalaria as bases do governo com a sua declaração de que "o Homem nasce livre, mas a todo momento é acorrentado". Kant, tentando conservar o ceticismo axiomático, foi forçado a argumentar que não vemos a realidade, nem falamos dela, apenas ela nos aparece.

Um dos primeiros filósofos a tentar sintetizar essa influencia foi Johann Gottlieb Fichte, cujo trabalho fora da metafísica Kantiana incluiu a incorporação do que se tornaria o principal movimento em artes e literatura européias pelos próximos 50 anos, Romantismo. Fichte argumenta no Wissenschaftslehre que o self se coloca por si mesmo e é auto-produzido e um processo de mudança.

Wikipedia: XIX century

List of philosophers

Nenhum comentário: